compo image

O cuidado certo na primavera, no verão, no outono e no inverno

Cuidar do relvado ao longo do ano

Um relvado denso e saudável forma a base de um jardim bonito. Ao longo do ano, o relvado deve no entanto aguentar muito: crianças a brincar, cães a divertirem-se na relva, festas de jardim, e naturalmente também as intempéries podem por o tapete natural fortemente à prova. Para que o relvado possa resistir às exigências do dia-a-dia no jardim, deverá cuidar muito bem dele, conforme a estação do ano. Segue aqui um resumo das tarefas mais importantes.

compo image

Cuidar do relvado na primavera

Na primavera, o relvado estará coberto com restos de folhas, pinhas ou ramos, que devem ser retirados. O melhor é começar desde já também a retirar musgo , para evitar que se possa espalhar mais. Ao escarificar o relvado, é fácil retirar relva feltrada que se torna desagradável. Se o relvado apresentar falhas ou locais em que já não é denso, deve semear nova relva nesses locais. Ao semear entre abril e finais de maio, assegura à relva nova o melhor arranque possível. É importante que o solo tenha uma temperatura de pelo menos 5-10°C. A partir de abril, a relva começa a crescer e precisa de muito ar, água e nutrientes, em forma de fertilizante. Comercializamos diversos fertilizantes com diferentes períodos de eficácia. Graças à tecnologia ISODUR, integrada em muitos dos nossos fertilizantes, é assegurada a libertação adequada de nutrientes à relva de acordo com as temperaturas e a humidade. Assim, as plantas recebem a quantidade de azoto que as suas raízes conseguem absorver. Evita-se portanto um excesso de nutrientes e não há o risco de nutrientes não absorvidos entrarem nas águas subterrâneas. Em alternativa pode utilizar um fertilizante para relva puramente orgânico - para obter um relvado intensamente verde, denso e resistente.

encontra aqui produtos adequados
compo image

Cuidar da relva no verão

O relvado é particularmente agredido nos meses de verão. Sol intenso, seca e utilização frequente agridem o relvado e deixam marcas. Assim, corte, rega e fertilização regular tornam-se obrigatórios. Um comprimento de 4 a 5 cm é o ideal para um relvado de utilização comum. No que toca à rega, aplica-se o seguinte: o relvado precisa de rega generosa duas a três vezes por semana, conforme a frequência da chuva e de acordo com as temperaturas. A melhor altura para isso é cedo de manhã ou ao fim do dia. Recomendamos que regue o relvado com uma quantidade de 10 litros por metro quadrado, sobretudo em períodos de seca, para permitir que água possa penetrar devidamente no solo. Para melhorar a resistência da relva aos períodos de seca, por favor não se esqueça da fertilização! Além disso, há que retirar ervas daninhas regularmente , para evitar que se possam espalhar. Ervas daninhas isoladas são relativamente fáceis de retirar com a raíz. Se houver muitas ervas daninhas, recomendamos aplicar um fertilizante especial para relva com herbicida.

Fundamentos da rega

Todas as plantas precisam de água, mas qual a quantidade que se deve dar e qual o tipo de água? Encontra aqui todas as dicas para uma rega correta.

saber mais
compo image

Cuidar da relva no outono

Se o relvado tiver sofrido muito devido a temperaturas elevadas e períodos de seca, chegou então a altura certa para reparações e semear relva nova. Quando as temperaturas descem abaixo dos 10 graus, o metabolismo da relva fica parado. Está então na altura de cortá-la no tamanho certo para a hibernação de inverno - cerca de 5 centímetros -, pois essa altura previne o aparecimento de doenças. Também no outono é importante fornecer nutrientes suficientes e adequados para fortalecer a resistência da relva e prepará-la o melhor possível para os meses de inverno. A relva precisa agora de menos azoto do que no verão, mas por outro lado, deve dar-lhe bastante potássio. O nosso fertilizante para relva de longa duração para o outono é ideal também no caso de solos ricos em fosfatos e pode ser aplicado até finais de outubro/inícios de novembro. Além disso: retire folhas húmidas e pequenos ramos, para assegurar que a relva possa receber ar suficiente e reduzir o risco de podridão! Pode deixar as folhas entre plantas perenes e por baixo de sebes para cobrir o solo .

compo image

Cuidar da relva no inverno

No inverno, na regiões frias, a relva tem de resistir a muito: camadas de neve, pessoas a pisarem o relvado congelado, períodos de geada seca ou períodos de tempo húmido com água em excesso. Estas circunstâncias favorecem o aparecimento de doenças, tais como bolor, e aparecem falhas no relvado que se torna pálido. Cuidado: evite pisar o relvado após as primeiras geadas, pois a relva pode facilmente partir-se.

Partilhar

compo image

COMPO. Desfrute do seu jardim.

Para principiantes ou especialistas em jardinagem. Vamos trabalhar juntos por uma qualidade de vida mais natural.

Serviço

Mais sobre COMPO