compo image

Como combater musgo no jardim

Muitos proprietários de jardins já passaram por isso: se a relva não crescer da forma ideal e surgirem falhas, o musgo começa a espalhar-se e torna-se um problema. Mas não vale a pena desesperar. Com as dicas certas, pode facilmente voltar a livrar-se do musgo. Vamos mostra-lhe como.

compo image

A causa

Porque aparece musgo?

Para evitar o aparecimento do musgo a longo prazo, deve em primeiro lugar analisar as causas do seu aparecimento. Segue aqui um resumo dos factores mais frequentes que favorecem o aparecimento de musgo no relvado:  

solo encharcado por excesso de água: o seu relvado precisa de água suficiente para crescer, mas não deve ser regado em excesso. Se a relva estiver sempre molhada, a longo prazo existe o risco das raízes apodrecerem. Isso pode acontecer se o solo estiver demasiado compactado. Para evitar que a água fique retida, é importante trabalhar o solo a uma boa profundidade e misturar eventualmente com areia. 

Sombra: enquanto que a relva precisa de bastante sol para crescer, o musgo sente-se muito bem na sombra. Ao utilizar sementes especiais para relvados que ficam maioritariamente à sombra, pode compensar as condições de luz menos favoráveis. 

pH: se o pH do solo for demasiado baixo (inferior a 6), a relva não consegue obter nutrientes suficientes e começa a morrer. O musgo, por outro lado, tolera muito bem os solos mais ácidos. Pode medir o pH com um teste de pH que se pode comprar em centros de jardinagem ou lojas de bricolage. Cal para relvados pode ajudar a regular o pH, se necessário. 

corte a intervalos irregulares ou a deixar a relva demasiado curta: são situações de stress para a relva que tornam-na mais fraca e dão uma oportunidade ao musgo para se estabelecer.

Falta de nutrientes: a relva retira do solo os nutrientes necessários. Cada vez que se corta a relva e se junta a relva cortada à compostagem, mais nutrientes importantes são retirados da área do relvado. Um fertilizante de elevada qualidade fortalece a relva e favorece uma vida ativa no solo. 

Folhas de outono no relvado: a relva precisa de bastante luz e ar, sobretudo na estação mais fria. Se as folhas ficarem no relvado, a relva não consegue respirar e pode morrer. A consequência é um crescimento mais forte do musgo e zonas pálidas no relvado.

sementes de relva de qualidade duvidosa: se a mistura de sementes não for de qualidade, poderá conter também gramíneas de crescimento alto, normalmente destinadas à produção de ração para animais, e que devem ser cortadas com frequência, não formando um relvado denso. A consequência: o musgo não tem dificuldade de se espalhar nesses relvados pouco densos. 

saiba aqui mais sobre musgo no relvado
compo image

O tratamento

Como eliminar musgo do relvado de forma permanente

Se já houver musgo no seu relvado, deve em primeiro lugar descobrir a causa e eliminá-la. Além disso, pode declarar guerra a esta planta de esporos tão chata e recorrer a medidas adicionais de combate. Um produto fitossanitário contra musgo é com frequência a única solução eficaz, quando o escarificar do relvado já não é suficiente. Comercializamos alguns fertilizantes especiais que contém substâncias ativas que afastam ao mesmo tempo o musgo. Estes produtos especiais combatem o musgo eficazmente enquanto fortalecem e regeneram a relva, pelo que esta se consegue impor ao musgo da melhor forma. Aplique este fertilizante de forma uniforme na relva húmida dois a três dias depois de a cortar (recomendamos o uso de luvas de proteção e sapatos fechados ou de um carrinho de dispersão). A relva que perdeu a cor pode ser retirada com uma ferramenta de jardinagem. 

Dicas para um relvado bonito

Fertilização do relvado assim é fácil

Apenas um relvado saudável é realmente bonito. Uma vez que o relvado tem de suportar muita coisa, tais como ervas daninhas, musgo, crianças a brincar, intempéries, precisa também de muitos nutrientes. Saiba aqui tudo sobre o tema fertilizar o relvado corretamente.

saber mais
compo image

A prevenção

Como prevenir um novo ataque de musgo

A base para um relvado sem musgo define-se já na criação do relvado, ao escolher uma mistura de sementes de relva de elevada qualidade. As falhas no relvado não são apenas feias, mas dão também uma oportunidade às ervas daninhas e ao musgo. Deve fechar eventuais falhas no relvado o mais depressa possível com recurso a uma mistura de sementes de relva indicada para reparação. Além disso, ao preparar o solo da melhor forma, pode criar as condições ideais de arranque.

Um cuidado dedicado é o mais importante para conseguir manter o relvado livre de musgo. Ao cortar a relva, siga esta regra: não corte mais do que um terço do comprimento da relva e nunca a corte mais curta do que 4 cm, visto que isso iria danificá-la. Regue a relva generosamente, sobretudo no verão, pois a falta de água enfraquece a relva consideravelmente e há o risco da relva ficar "queimada" se permanecer seca durante mais tempo. O terceiro segredo para um relvado saudável e bonito consiste no fornecimento equilibrado de nutrientes. Azoto, fosfato, potássio e magnésio bem como outros oligoelementos, tais como ferro, zinco e manganésio são de particular importância. Assim, providencie ao seu relvado já na primavera os nutrientes necessários na forma de fertilizante de longa duração. Conforme o produto, vai fazendo efeito durante três a seis meses, pelo que deverá fertilizar de novo no verão. A relva consegue assim obter nutrientes suficientes, formar um tapete denso e afastar o musgo por si própria.

Partilhar

compo image

COMPO. Desfrute do seu jardim.

Para principiantes ou especialistas em jardinagem. Vamos trabalhar juntos por uma qualidade de vida mais natural.

Serviço

Mais sobre COMPO