Características

Traça do buxo

compo image
compo image
compo image

Características

Planta hóspede:
Buxo
Symptoms:
Casulos na planta, folhas comidas
Appearance:
até 5 cm

Período de infestação

Description

Traça do buxo

A traça do buxo é uma borboleta noturna da família Crambidae. Este inseto é originário da Ásia e foi introduzido inadvertidamente em 2007 na Europa Central. A borboleta deposita os seus ovos sobretudo na parte inferior das folhas do buxo e passados aprox. 4 dias eclodem pequenas lagartas verdes que no início medem apenas alguns milímetros. Estas lagartas comem não só as folhas mas também a casca e a madeira do buxo, o que danifica a planta severamente e leva à morte da mesma. Visto que começam por alimentar-se das folhas no interior protegido do buxo, a praga acaba muitas vezes a ser detetada apenas quando já é quase tarde demais. Um indício típico da praga são os casulos que aparecem na planta e que são produzidos pelas lagartas. 

A traça do buxo reproduz-se a um ritmo alucinante - pode haver quatro a cinco gerações em cada ano. Após cerca de uma semana, sai da crisálida uma borboleta formada. As suas asas são brancas, com um brilho prateado e uma borda característica de cor castanha. A vida destas borboletas é muito curta: elas vivem no máximo 10 dias. Ao contrário das lagartas, as borboletas visitam apenas raramente o buxo, elas preferem outras plantas. Só para depositar os ovos é que as borboletas voltam de forma determinada para o buxo. As lagartas que eclodem dos últimos ovos do ano, passam o inverno num casulo entre as folhas ou no solo.

Control

Assim pode combater a traça do buxo

Recomendamos por isso que faça uma inspeção preventiva semanal ao buxo entre março e outubro e se houver os mínimos indícios da presença das lagartas desta traça, comece logo a combatê-la. Para reconhecer a praga atempadamente, recomendamos a colocação de uma armadilha para a traça do buxo. Os machos são atraídos para dentro da armadilha por uma feromona contida nesta e já não conseguem sair. Assim, as fêmeas não são fecundadas e deixam de poder depositar ovos fecundados. A armadilha pode ser pendurada nas imediações dos buxos no início da época de crescimento em março/abril. 
Se for detetada uma infestação pela traça do buxo, é preciso reagir depressa. No caso da praga ser ligeira e se tratar de apenas algumas plantas isoladas, poderá retirar as lagartas à mão, embora isso não seja fácil, visto que se escondem no interior da planta e são difíceis de encontrar. Em alternativa, pode também recorrer a um inseticida. Mas tenha especial atenção a tratar também o interior do buxo!

Partilhar

compo image

COMPO. Desfrute do seu jardim.

Para principiantes ou especialistas em jardinagem. Vamos trabalhar juntos por uma qualidade de vida mais natural.

Serviço

Mais sobre COMPO