compo image
  1. COMPO
  2. Guia
  3. Cuidar das plantas
  4. Plantas de interior
  5. O que deve ter em conta para cuidar de orquídeas

Cuidar de orquídeas

O que deve ter em conta para cuidar de orquídeas

A espécie das orquídeas é uma das espécies de plantas com mais variedades do planeta: hoje em dia conhecem-se cerca de 20 000 variedades silvestres e 70 000 variedades de criação. Estas plantas são particularmente populares devido às suas flores coloridas, embora costumem ser consideradas como sendo bastante sensíveis. Há no entanto algumas criações, como por exemplo a Phalaenopsis, que se desenvolvem bem com facilidade, desde que se respeitem algumas indicações básicas a nível de cuidados. Conheça aqui as três melhores dicas para tratar corretamente estas plantinhas sensíveis.

Regar orquídeas

Tenha cuidado para dar a quantidade correta de água às suas orquídeas

A maioria das orquídeas não suportam sol direto, pelo que um parapeito de janela orientado a oeste ou leste é o ideal para elas. As orquídeas devem ser regadas, sempre que possível, com água macia, como por exemplo água da chuva. Assegure-se de que a água é morna e prefira regar a menos do que a mais. Assim que forem regadas, as orquídeas regeneram-se rapidamente após breves períodos de seca. Mas se as raízes apodrecerem na sequência de terem ficado encharcadas, a planta irá certamente morrer. Aplica-se o seguinte: deve esperar com a próxima rega até o torrão secar, porque água estagnada pode atrair fungos. Em alternativa, pode também mergulhar as raízes das orquídeas em água. Nesse caso deve ter o cuidado de usar água nova para cada planta, para evitar que eventuais doenças se possam transmitir pela água. Já agora, as orquídeas adoram muita humidade do ar. É por isso aconselhável pulverizá-las regularmente com produtos especiais para cuidar das folhas.

compo image

Cuidar de orquídeas

Mime as suas orquídeas, ao fertilizar e podá-las

As Phalaenopsis podem florescer mais do que uma vez no mesmo caule de flores. Assim que já não houver flores ou então muito poucas, é recomendável cortar o caule seco perto do terceiro olho, com uma tesoura. Com alguma sorte, o mesmo caule poderá voltar a rebentar duas a três vezes. Depois disso, o caule acaba geralmente por morrer.

As orquídeas não se alimentam apenas do ar, mas precisam também regularmente de nutrientes para um desenvolvimento saudável e uma floração abundante. Deve portanto fertilizar as suas orquídeas durante o período de crescimento e floração regularmente com um fertilizante especial adaptado às necessidades destas plantas.

Muda de orquídeas

Providencie às suas orquídeas regularmente um novo lar

  1. compo image

    1

    Escolher a altura

    Para garantir um crescimento saudável e um floração exuberante, recomendamos mudar o substrato das orquídeas a cada dois anos. A melhor altura é a primavera. Observe bem a sua planta: assim que a planta desenvolver novos rebentos e pontas de raízes, é aconselhável mudá-la para um novo vaso.

  2. compo image

    2

    Soltar as raízes

    Faça repetidamente alguma pressão lateral no vaso para que as raízes se comecem a soltar.

  3. compo image

    3

    Remover substrato velho

    Liberte as raízes cuidadosa e completamente do substrato velho.

  4. compo image

    4

    Cortar raízes velhas

    Corte eventuais raízes velhas, podres ou secas.

  5. compo image

    5

    Colocar a orquídea no vaso novo

    O tamanho do novo vaso deve ser escolhido de tal forma que haja espaço para um a dois novos rebentos. Preencha primeiro a metade inferior do vaso com substrato para orquídeas e insira a planta cuidadosamente no vaso. Encha agora o resto do substrato, tendo a certeza que os espaços entre as raízes são preenchidos.

  6. compo image

    6

    Regar a orquídea

    Espere pelo menos até ao dia seguinte para regar a planta e espere três semanas até realizar a primeira fertilização.

Decorar orquídeas

Utilize vasos especiais para as suas orquídeas

Ao utilizar vasos altos e estreitas , estará a sublinhar a forma esbelta e elegante das orquídeas. Nos vasos especiais para orquídeas, costuma haver um suporte no qual a planta assenta. Assim, a água em excesso pode drenar facilmente, evitando que a planta fique encharcada e as raízes possam apodrecer. Os vasos de vidro têm ainda a vantagem de permitir que as raízes apanhem luz. Desta forma é possibilitada a fotossíntese também pelas raízes, ou seja, a água e o dióxido de carbono são convertidos em glicose e oxigénio. Ao contrário de outras plantas, que contém a clorofila responsável por este processo nas folhas, no caso das orquídeas é contida nas raízes.

compo image

Caracterização da planta: orquídea

Mais dicas para cuidar das suas orquídeas pode encontrar na nossa caracterização da planta.

saber mais

Estes produtos ajudam a cuidar de orquídeas

Partilhar

compo image

COMPO. Desfrute do seu jardim.

Para principiantes ou especialistas em jardinagem. Vamos trabalhar juntos por uma qualidade de vida mais natural.

Serviço

Mais sobre COMPO