compo image
  1. COMPO
  2. Guia
  3. Cuidar das plantas
  4. Plantas para vasos e varandas
  5. Como cuidar corretamente de plantas de vaso e varanda

Como cuidar corretamente de plantas de vaso e varanda

Assim que houver os primeiros dias de sol mais amenos, a varanda ou o terraço tornam-se para muitos de nós numa espécie de segunda sala de estar. Com plantas de flores exuberantes em vasos ou noutro tipo de plantador, qualquer zona exterior de um edifício torna-se num oásis verde. Esta decoração viva requer no entanto alguns cuidados. Com estas sete dicas, as suas plantas de vaso irão ficar atraentes por muito mais tempo.

compo image

Dica nº 1

Procure o local ideal para a sua planta!

Cada planta tem as suas características e preferências individuais. Assim, antes de começar a plantar, é aconselhável conhecer as condições de luz e temperatura do local: a sua varanda tende a ser um pouco escura e fresca durante o dia? Quais as áreas da sua varanda que ficam mais expostas ao sol? Assim que conhecer estas características, pode compará-las com os requisitos individuais de cada planta. Escolhe por isso as plantas de acordo com o local adequado, não faça ao contrário!

compo image
Quotemark

A luz certa faz a diferença

Embora muitas plantas tenham a capacidade de se adaptar às condições em seu redor, em geral aplica-se: uma maior correspondência entre as condições efetivas de luz no local da planta e as suas exigências, levam a um melhor crescimento da planta.  

René Wadas, especialista fitossanitário

Dica nº 2

O momento certo determina tudo: escolha a altura ideal para plantar

A paciência compensa - isso aplica-se sobretudo à jardinagem! A plantação em vaso na varanda ou no terraço deve ser feita quando já não se esperam geadas, isto para as regiões mais frias (meados de maio). Se não conseguir esperar e quiser plantar mais cedo, deve ter o cuidado de seguir a previsão do tempo e tapar as suas plantas com tela ou colocá-las abrigadas contra a parede no caso de haver a probabilidade de ocorrência de geadas.

compo image

Dica nº 3

Garanta a melhor estabilidade - com o substrato certo

Para além da luz, do calor, da água e do ar limpo, as plantas precisam sobretudo de uma coisa para se sentirem bem: um bom substrato. O substrato serve para as raízes se agarrarem, fornece estabilidade à planta e armazena água e nutrientes. As plantas de vaso só se desenvolvem da melhor forma em terra bem arejada e solta. Além disso, um substrato de qualidade para plantas floríferas deve já vir enriquecido com uma fertilização base que assegura os nutrientes necessários nas primeiras semanas após o plantio. Encontra na nossa gama de produtos uma grande diversidade de substratos diferentes, cada um adaptado às necessidades de um determinado tipo de planta. O pH é um indicador importante da qualidade de um substrato, pois as plantas só podem absorver os nutrientes da terra se esta tiver um pH adequado. Além disso, o pH influencia a atividade de vida no solo e a resistência contra doenças. A maior parte das plantas prefere substratos com um pH entre 5,5 e 6,5. O valor pode ser determinado em casa com tiras de teste de pH ou, em alternativa, pode mandar fazer uma análise num centro de jardinagem.

Ler mais
compo image

Dica nº 4

Adapte a rega às necessidades das suas plantas

A intensidade e a frequência de rega certas dependem de muitos fatores. Em geral aplica-se: mais vale regar uma vez a menos do que a mais! Um teste simples com o polegar ajuda a encontrar a medida certa. A altura ideal para regar é de manhã ou à noite e preferencialmente com água da chuva, pois a água da torneira é frequentemente demasiado dura (calcária) e fria. As plantas de vaso no lado norte de um edifício não precisam normalmente de ser regadas tantas vezes como as plantas no lado sul. O mesmo aplica-se a plantas em vasos de plástico. As plantas em vasos de barro ou terracota precisam de bem mais água, pois o barro armazena água que mais tarde evapora simplesmente pela parede do vaso ou volta a ser absorvida parcialmente pela terra.

ler mais
compo image

Dica nº 5

Mime as suas plantas regularmente com uma dose extra de nutrientes

As plantas precisam regularmente de determinados nutrientes para crescer e prosperar. Na natureza, este equilíbrio de nutrientes costuma ser cumprido de forma satisfatória: a decomposição de partes mortas de plantas por parte dos micro-organismos na terra resulta na produção de nutrientes que beneficiam as plantas. Este ciclo biológico encontra-se no entanto interrompido no caso das plantas e vaso. Assim, para evitar que as plantas sofram com a falta de nutrientes, é importante fertilizar regularmente as suas plantas. Conforme a preferência, pode optar por fertilizantes líquidos, fertilizantes de longa duração ou barrinhas de fertilizante.

Dica nº 6

Previna doenças e pragas

Confiar é bom, controlar é melhor: verifique regularmente se as suas plantas não terão contraído alguma doença ou praga. Os pulgões, os ácaros, as moscas brancas e outros insetos & nocivos para as plantas aparecem muitas vezes em quantidades elevadas. Mesmo assim, devido ao seu tamanho diminuto e ao seu hábito de se esconderem debaixo das folhas, nem sempre é fácil detetá-las. Quanto mais cedo conseguir detetar estas pragas, mais depressa se vai conseguir livrar delas com as medidas adequadas. Preste atenção não só a folhas amareladas e manchas nas folhas, mas também partes pegajosas. Ao remover regularmente flores murchas e folhas secas ou queimadas pode prevenir doenças causadas por fungos. Se descobrir que uma planta foi atacada, deve em primeiro lugar isolá-la, para evitar que a praga se possa espalhar para outras plantas. Nesse contexto é preciso referir a importância de respeitar uma distância suficiente entre plantas. Assim, as plantas podem secar mais depressa depois da chuva ou da rega e reduz-se significativamente o risco do surgimento de doenças causadas por fungos.

Dica nº 7

Prepare as suas plantas para o repouso de inverno

Nas regiões mais frias, recomendamos transferir no inverno as suas plantas de vaso da varanda ou terraço para um local protegido das geadas, como por exemplo uma escada ou uma cave, desde que seja um local fresco e provido de luz. As temperaturas ideais rondam os 5 a 12°C, normalmente não é aconselhável que suba para além dos 15°C. Recomendamos arejar o local com frequência e regar as plantas apenas moderadamente, para evitar que possam rebentar demasiado cedo ou contrair doenças.

Estes produtos ajudam a cuidar das suas plantas de vaso e varanda

Partilhar

compo image

COMPO. Desfrute do seu jardim.

Para principiantes ou especialistas em jardinagem. Vamos trabalhar juntos por uma qualidade de vida mais natural.

Serviço

Mais sobre COMPO